“Preocupe-se se seu filho tornar-se um cracker”

“Eu quero ser um hacker”

Ao adentrarmos no universo da tecnologia em casa, muitas coisas podem causar inseguranças aos que nos rodeiam. Um bom exemplo disso é quando abordamos assuntos como o hacker e seus benefícios dentro de empresas ou até mesmo em sistemas residenciais.

O hacker é visto com maus olhos pela sociedade, devido a discriminação sofrida, pela significação errônea da palavra pela mídia. O hacker nada mais é que um verificador de segurança de informações, ou seja, é o hacker quem encontra falhas nos sistemas ou softwares e indica soluções ou as desenvolve.

O perigo reside na linha tênue entre Hackers e Crackers. A diferença essencial é que, o Hacker, por ser contratado pela empresa, tem, consigo, contrato que permite testar a segurança da companhia, enquanto o Cracker trabalha por debaixo dos panos. O Cracker pode ser visto como um mercenário, que “quebra” códigos de segurança com o intuito de promover autobenefício ou de uma organização.

Logo, se seu filho desejar tornar-se um hacker, abrace a causa e incentive o desenvolvimento intelectual na área de computação, pois, além de um profissional extremamente versátil e competente, ele também terá uma vida estável dentro da área, um ótimo exemplo é o ex-hacker Kelvin Poulsen que, além de hacker, também é diretor da Security Focus, um dos maiores sites de segurança digital do mundo.

--

--

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store